ATRAÇÕES GRATUITAS

A cidade imperial, realmente é como se você estivesse entrando nos livros de história e voltado ao passado, muito bem conservada e com muitos casarões antigos para se apreciar.

E esto já contamos como a primeira atração, andar pela cidade, olhar cada cantinho e ficar imaginando como realmente era a vida naquela época é íncrivel, poder visitar a primiera cidade planejada do país.

CONHECENDO

a Cidade Imperial

Está é a dica que damos a vocês quando chegar em Petrópolis, aproveitem para andar bastante, conhecer toda a cidade caminhando, apreciando as paisagens que ela tem em toda sua volta.

Mas tire um dia para fazer, caminhem pela cidade, almocem em um restaurante ou cantina que batam o olho e dizem aqui que iremos comer hoje. É muito bom está liberdade.

CATEDRAL DE

São Pedro de Alcântara

Aqui está a nossa primeira parada, a Catedral de São Pedro de Alcântara, um dos principais cartões postais da cidade de Petrópolis.

Linda, imponente, e rica em detalhes a Catedral de São Pedro de Alcântara levou trinta e sete anos para ser concluída e assim inaugurada em 1925, porém ainda falta alguns detalhes da fachada, mas mesmo assim foi inaugurada.

Em estilo neogótico, inspirado nas catedrais do norte da França, projeto criado pelo arquiteto Francisco Caminhoá a pedido de Dom Pedro II e sua filha Princesa Isabel. Em 1871 foi oficialmente decidida a construção da catedral na cidade.

Suas janelas são vitrais coloridos que mostram a via sacra de Jesus Cristo, e alguns com poemas escrito por D. Pedro II durante seu exílio.

Além de linda esta catedral, ela guarda um detalhe muito importante. Ao lado direito assim que você entra na Igreja, fica um mausoléu, onde se encontra os restos mortais de Dom Pedro II, sua esposa Teresa Cristina, sua filha Princesa Isabel e seu marido Conde D´Eu

LOCALIZAÇÃO

Rua São Pedro de Alcântara, 60, Centro Histórico

Seu horário de funcionamento é de segunda á segunda das 08:OO hs ás 18:00 hs.

CASA DOS

Sete Erros

Seguindo por traz da igreja pela avenida do Ipiranga, logo você vê uma casa diferente das outras, a casa do Ipiranga, ou popularmente conhecida como casa dos sete erros.

Erguida em 1884, a casa foi residencia da família do financista José Tavares Guerra, construtor de imóveis da Cidade Imperial e que ainda pertence a família Guerra.

A casa do sete erros, leva esse nome por conta de pequenas diferenças entre o lado esquerdo e seu lado direito. A casa ainda mantém suas características originais, porém sua visita não são permitidas mais a entrada interna, devido a falta de recurso, para manter a casa, apenas pode ser feita visitação pelo externa.

LOCALIZAÇÃO

Avenida do Ipiranga, 150, Centro Histórico

Visitação Externa.

PALÁCIO

Amarelo

Outra atração para se visitar e não tem custo algum, é o Palácio Amarelo, onde fica atualmente a câmara municipal da cidade.

O Palácio, originalmente era apenas de um andar, após a morte do antigo dono sua viúva decidiu vende-lo para câmara.

Pra atender as necessidades, foi construído o segundo andar, onde são realizados todas as reuniões e audiências até hoje. É possível notar que o palácio manteve todo seu estilo neoclássico idêntico as das casas de verões dos habitantes da época.

A visitação é livre, porém é acompanhada com um (a) guia que explica toda a trajetória e história do palácio e da câmara municipal, isso é muito legal. Um detalhe que deixou eu e o Ale surpresos, que toda a parede onde remete ser mármore a primeira impressão, na verdade são pinturas em gesso. para que não ficasse a obra tão cara e também não demorasse tanto para ficar pronto. Pois nas obras da ampliação a câmara estava em funcionamento ao mesmo tempo que as obras aconteciam.

LOCALIZAÇÃO

Praça Visconde de Mauá, 89, Centro Histórico.

Seu horário de funcionamento é de segunda á segunda das 10:OO hs ás 17:00 hs. Exceto quando estiver ocorrendo audiências ou reuniões.

PALÁCIO RIO NEGRO

Museu da F.E.B

Em 1889, menos de três meses antes da Proclamação da República, o senhor Manoel Gomes de Carvalho, Barão do Rio Negro, comprou dos herdeiros da família Klippel o terreno onde seria erguido o seu palácio de verão. Em fevereiro de 1896, o Palácio e a casa ao lado, pertencentes a um dos filhos do Barão, foram vendidos ao Estado do Rio de Janeiro para servir de residência oficial do governante. Em 1903, o Palácio foi incorporado ao Governo Federal e passou a ser residência oficial de verão dos presidentes da República. Desde então, por ali passaram Rodrigues Alves, Afonso Pena, Nilo Peçanha, Hermes da Fonseca, Wenceslau Brás, Epitácio Pessoa, Artur Bernardes, Washington Luiz, Getúlio Vargas, Gaspar Dutra, Café Filho, Juscelino Kubitschek, João Goulart e Costa e Silva. No verão de 1996/1997, quando o Palácio estava completando 100 anos na função de residência oficial do governo, a tradição foi reinventada, recebendo o Excelentíssimo Sr. Fernando Henrique Cardoso.

Foi no entanto, no Governo de Hermes da Fonseca, que o Palácio viveu talvez o seu momento mais brilhante, com a realização do casamento do Marechal Hermes com Nair de Teffé, então célebre não só por sua beleza como por sua inteligência, pois notabilizou-se por suas mordazes charges, que publicava na imprensa sob o pseudônimo de Rian.

O seu mais assíduo frequentador foi o Presidente Getúlio Vargas, que nos 18 anos que esteve à frente do País, não deixou de passar um só verão em Petrópolis.

Atualmente também funciona O Museu da FEB - Petrópolis possui peças doadas pelos veteranos petropolitanos e por amigos do Museu. No total são 673 peças em exposição, sendo 478 fotos e documentos e 195 objetos, dispostos em 3 salas. A Museu pode ser visitado por intermédio de veteranos.

No dia que realizamos a visitação ao Palácio Rio Negro, estava fechado devido ao recesso de férias de fim de ano. Então vai ai uma dica evitar datas sazonais e festivas para querer conhecer que não estará aberto ao público apenas visitação externa.

LOCALIZAÇÃO

Av. Koeler, 255, Centro Histórico.

Seu horário de funcionamento é de Terça a domingo das 10h às 18h, exceto datas comemorativas.

PALÁCIO

De Cristal

A estrutura pré-moldada foi encomendada ao Conde D´Eu, inspirado no Palácio de Cristal de Londres e do de Porto.

A intensão de Conte era presentear sua esposa Princesa Isabel, afim de puder cultivar suas hortaliças.

Em 1938, o Palácio foi coberto por folhas-de-flandres e tijolos para abrigar o Museu Histórico de Petrópolis, que mais tarde seria transferido para onde hoje funciona o Museu Imperial de Petrópolis.

Em 1967 o palácio foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional , mas ele continuou coberto. Paredes similares às originais foram colocadas no ano da comemoração do centenário do palácio, em 1984.

LOCALIZAÇÃO

Rua Alfredo Pachá, s/nº, Centro Histórico

Seu horário de funcionamento é de Terça a domingo, de 09h às 18h. Entrada franca.

CASA

Princesa Isabel

Outra atração turística é a casa da princesa Isabel, fica em frente a Catedral de São Pedro de Alcântara.

Comprada pelo seu marido Conde D'Eu, sua construção se assemelha com a casa de seu pai D. Pedro II, atualmente até as cores são igual.

Nela nasceram os dois filhos da princesa Isabel e Conde D'Eu,

Nesta varanda foi tirada a última fotografia da família imperial reunida. No qual esta fotografia se encontra no Museu Imperial.

A casa ainda pertence a família Orleans e Bragança, e logo ao fundo da residência existe uma imobiliária que cuida da casa que também pertence a família.

LOCALIZAÇÃO

Rua Alfredo Pachá, s/nº, Centro Histórico

Visitação Externa.

RESIDÊNCIA

Barão de Mauá

Única casa construída para uso próprio de Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá, em 1854. A residência conserva linhas neoclássicas sóbrias e telhado escondido por beirais de alvenaria, estilo característico do Segundo Império.

O prédio acabou sendo empregado no pagamento de parte da dívida dos credores, quando da falência de Mauá em 1878.

Devido a estes problemas financeiros, a casa de Petrópolis foi vendida ao Sr. Alberto de Faria, sogro do pensador católico, Alceu de Amoroso Lima, o Tristão de Athayde, que passou longas temporadas na residência.

Na década de 1950/60, Vinícius de Moraes, na ocasião casado com a Sra. Lucinha Proença, descendente de Alberto de Faria, também veraneou no antigo palacete de Mauá. Aí compôs “Pobre Menina Rica” em parceria com Carlos Lira, como também “Apelo”.

O Barão de Mauá teve muita importância em 1845, quando construiu o próprio estaleiro que iniciou a industria naval brasileira. Com visão excepcional nos setores comercial industrial no Brasil, também fundou o Banco do Brasil em 1851. Barão de Mauá foi responsável na construção da primeira estrada de ferro no País.

Após alguns anos, Visconde de Mauá, começa a passar dificuldades financeiras por conta de sua empresa por não ter sido reembolsado na quantia que havia emprestado, e em 1878 decreta falência. Em 1884 consegue a reabilitação comercial após pagar sua divida. Apesar da insuficiência e recursos e incompreensão dos homens, Mauá deixou aos brasileiros um forte exemplo de determinação e espirito empreendedor e de confiança em nosso país.

LOCALIZAÇÃO

Praça da Confluência, 03, Centro Histórico.

Visitação Externa.

OBELISCO

Praça D.Pedro II

Do lado mais moderno da cidade Imperial, mas não menos importante, temos o Obelisco.

Construído para homenagear o centenário da cidade de Petrópolis.

Ele tem vinte metros de altura, e em sua base contém quatro placas de bronze afixadas que contam dados históricos e uma delas sendo o emblema do Imperador D. Pedro II.

Nesta varanda foi tirada a última fotografia da família imperial reunida. No qual esta fotografia se encontra no Museu Imperial.

Bem ao lado fica a Praça D. Pedro II, onde encontra a primeira estatua no Brasil em homenagem a Dom Pedro.

É uma belíssima estátua em granito e bronze, que retrata o Imperador em pose pensativa, trabalho do escultor francês Jean Magrou, inaugurada em 1911.

LOCALIZAÇÃO

Rua do Imperador, s/nº, Centro Histórico.

Visitação Externa.

Conheça mais de perto sobre esta maravilha Cidade que pudemos conhecer nesta incrível viagem a região serrana do Rio de Janeiro.

ASSISTA AO NOSSO

Vídeo no youtube!

Não deixe de se inscrever no nosso canal.

Vamos conhecer a próxima

atração?

PALÁCIO

Quitandinha

Museu

Imperial

Casa

Santos Dumont

Cervejaria

Bohemia

Petrópolis

Cidade Imperial

Nos Sigam em nossas

Redes Sociais

Entre em Contato

Conosco

© 2017 - 2020 Até o Fim do Mundo Viagens - Todos os Direitos Reservados.